"O Homem objeto de si mesmo. (objetos sensoriais) Introspecção total, regressão aparente."
Lygia Clark


    Notícias     Vídeos
DESTITUICAO

 A Associação Cultural “ O Mundo de Lygia Clark”, vem por meio deste comunicado informar que a senhora Vanessa Simas Clark, não ocupa mais o cargo de Gerente Geral, nesta instituição.

Gostaríamos de comunicar também que a senhora Vanessa Simas Clark, não representa mais a Associação em nenhum âmbito legal, de agora por diante.


Alvaro Edwards Clark
Presidente - Associação Cultural “O Mundo de Lygia Clark”Leia Mais



LYGIA CLARK EM DESTAQUE

O Museu de Arte do Rio – MAR abre ao público A cor do Brasil, exposição que traça a trajetória da arte brasileira desde o período colonial até o século XXI. A mostra reúne mais de 300 peças, vindas da Argentina, do México e de outras 12 instituições espalhadas pelo Brasil, que cederam parte de seus acervos para a montagem da mais completa antologia da cor já apresentada na cidade do Rio de Janeiro.

Modernidade e Autonomia da arte, será formada por diversos núcleos significativos. O grupo formado por Henrique Bernardelli, Bruno Lechowski, José Pancetti, Milton Dacosta, Quirino Campofiorito e Joaquim Tenreiro retratará a emancipação do regionalismo em prol da vontade de pintar. No mesmo espaço, haverá ainda núcleos formados pelos concretistas de são Paulo – Waldemar Cordeiro, Lothar Charoux, Geraldo De Barros, Hermelindo Fiaminghi, Luis Sacilootto e Judith Laund; os neoconcretos – Lygia Clark, Franz Weissmann, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Aluisio Carvão, Decio Vieira, Willys de Castro, Barsotti e Osmar Dillon; os gestuais – Bandeira, Shiró, Tomie Ohtake, Mabe e Iberê Camargo;... Leia Mais



Carta Auckland


Caro Álvaro Edwards Clark


Quero expressar o quanto tem sido prazeroso para Galeria de Arte Toi o Tãmaki trabalhar com a associação cultural "O Mundo de Lygia Clark", tendo-a como parte da nossa exposição Space to Dream: Recent Art from South America.

Nós gostamos muito que vocês puderam nos emprestar os bichos (1960-73, 2016), máscaras sensoriais (1967, 2016) e o Eu e o Tu (1967, 2016) que são cópias expostas de obras originais de Lygia Clarck, e também de trabalhar com representantes de Clark Produções Artísticas, que foram enviados à Auckland.

A importância dessas obras para a história da arte não pode ser subestimada. Essa foi a primeira vez que elas foram exibidas na Nova Zelândia, e o publico têm interagido com essas importantes obras.

A Associação foi profissional em todos os momentos e desejamos-lhe as maiores felicidades para o futuro.

Com os melhores cumprimentos

Rhana Devenport
Diretor

Visualize aqui a...
Leia Mais



Space to Dream: Recent Art from South America - Auckland Art Gallery, New Zealand

Espaço para o Sonho: Arte recente da América do Sul
 07 de maio de 2016 - 18 de setembro de 2016

Espaço para Sonho é a primeira grande exposição em Auckland para introduzir, em profundidade, a arte da América do Sul.
A exposição revela como artistas sul-americanos tiveram um significado social para o seu trabalho e como como rebeldes e revolucionários, sonhadores e poetas, eles têm desafiado, abraçado, explicado ou transformaram suas realidades, vidas, culturas e espaços da década de 1960 até hoje.
Visite Espaço para Sonhar e experimente o trabalho de 41 artistas, que incluem figuras importantes e internacionalmente reconhecidos por sua contribuição para a arte, bem como figuras mais jovens, incluindo Lygia Clark, Juan Fernando Herrán, Alfredo Jaar, Marcos Lopez, Ernesto Neto, Hélio Oiticica, Bernardo Oyarzun , Lotty Rosenfeld, Martín Sastre e muitos mais.

Reunindo algumas das mais visualmente atraentes pinturas, esculturas, fotografias, instalações, cinemas e desempenho de todos seis países - Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia e Ur... Leia Mais



Comunicação aos senhores associados

O presidente da Associação Cultural em seu exercício de poder de acordo com os estatutos da Associação vem comunicar que a partir desta data, 17 de março de 2016, vem nomear a senhorita Vanessa Simas Clark para o cargo de colaboradora chefe dessa associação, sem qualquer numeração financeira ou vínculo empregatício, ficando responsável pela gerência geral devendo obediência somente a essa presidência, me representando, inclusive com uma procuração específica junto a bancos e repartições públicas que se fizerem necessárias, a ser lavrada no cartório público.Leia Mais



Lygia Clark na 10° Bienal do Mercosul


Lygia Clark na ‪#‎10bienalmercosul‬

A #10bienalmercosul conta com uma participação extremamente significativa da obra de Lygia Clark (Belo Horizonte-Minas Gerais, 1920 - Rio de Janeiro-Rio de Janeiro, 1988) em quatro, das sete exposições desta edição da mostra.

Além de quatro obras da série de seus “bichos”, da década de 1960, a Bienal 10 inclui obras de grande relevância como a “Baba Antropofágica” (2012) e “Cabeça Coletiva” (1975), ambas exibidas na exposição “Antropofagia Neobarroca”, no Santander Cultural.

A emblemática proposição/obra “O Eu e o Tu” (1967), uma das mais significativas do período, foi incluída na exposição Aparatos do Corpo, na Usina do Gasômetro.

Os “bichos” “Pancubism, Versão 01” (1961 – 1983) e “Bicho” (1960) estão na exposição Modernismo em Paralaxe (Museu de Arte do Rio Grande do Sul) e ainda “Bicho” (1960) e “Bicho Caranguejo Duplo” (1960) na exposição Biografia da Vida Urbana (Memorial do Rio Grande do Sul) e Síntese (Instituto Ling), respectivamente. A Biografia da Vida Ur... Leia Mais



Aniversário Lygia Clark 23/12/2015 ganha Doodle do Google


Parabéns Lygia CLark, reconhecimento mundial ! Doodle, Lygia Clark no Google. 23/12/2015

https://g.co/doodle/d2vqdn


g.co/doodle/d2vqdn

Leia Mais



A BELEZA POSSIVEL


A BELEZA POSSÍVEL é um projeto amplo que trata de arquitetura, arte, desenvolvimento social, política, urbanismo, cidadania e ecologia e pretende por meio de uma exposição com trabalhos de arquitetos convidados, nomes significativos da arquitetura da atualidade nacionais e internacionais, mostrar projetos de construção de moradias sociais, de custo compatível com os processos de autoconstrução aqui praticados e com as especificidades nacionais de financiamento de programas habitacionais, de modo a estabelecer alternativas contrutivas de alta qualidade para a população e que promovam um diálogo com a cultura e os movimentos populares do pais de acesso a moradia.
O Brasil possui atualmente um dos maiores, senão o maior, programa habitacional do mundo destinado à pessoas de baixa renda denominado Minha Casa Minha Vida. Entretanto, a qualidade da arquitetura e do planejamento urbano desses impactantes agrupamentos residenciais é, de maneira geral, isuficiente e segue prioritariamente interesses econômicos, o que agrava ainda mais as deformações urbanas decorrentes de nosso pro... Leia Mais



Lygia Clark: Arquitetura Fantástica instalado em Perry Green

Artista brasileira Lygia Clark (1920-1988) inovou radicalmente a relação entre o objeto de arte e o público. Como co-fundadora do movimento neo-concretista ela trabalhou com a teoria de que a arte deve ser ao mesmo tempo subjetiva e orgânica e que a arte deve ser moldada e manipulada pelo espectador.

Seus bichos (ou seja animal ou criatura)  a partir de 1960 serie nascentes desses princípios neo-concretistas e sua investigação do "plano" na arte. Cada bicho é formada por uma série de placas e unidos por dobradiças. Colocada deitada eles ficam planos, mas quando manipulado por um membro do público assumem formas orgânicas mutáveis​​, a dobradiça lembrando coluna vertebral de um animal.

Arquitetura Fantástica é uma remodelação em grande escala de um bicho que Clark fez originalmente em 1963 O modelo de manipulação  pequeno reinventados em uma escala arquitetônica -Impossível de fazer em sua própria vida, mas finalmente realizado em 2013. As enormes placas articuladas se unem para ecoar as formas orgânicas da paisagem circundante da peça. Nest... Leia Mais



No limiar: Os experimentos do Cinema Brasileiro da década de 1960 e início de 1970

Em 15 de outubro de 1968, na véspera de seu exílio voluntário do Brasil, o artista Hélio Oiticica escreveu a colega artista Lygia Clark em Paris, para "contar um grupo de eventos e experiências aqui que muito me transformaram durante estes últimos meses." Estas transformacionais ocorrências contaram com a participação de Oiticica como ator em Câncer recurso experimental de Glauber Rocha, a fotografia de Caetano Veloso vestido com uma das Parangolé capas de Oiticica sobre as rochas da praia do Arpoador, no Rio de Janeiro, a operação policial no concerto onde Veloso cantou o hino da contracultura "É Proibido Proibir " sob o estandarte de Oiticica afirmando que" SEJA marginal, SEJA herói "(Seja um fora da lei, seja um herói), e a exposição coletiva Apocalipopótese no  Parque Aterro do Flamengo no Rio.

1968 foi um ano divisor de águas para o Brasil, quando a ditadura militar de 1964-85 entrou na sua fase mais repressiva e a cultura de esquerda, fecundo da década de 1960, foi extinto. Em face desse ano dramática intensificação da censura cultural e os exilados forçados e v... Leia Mais



Retrospectiva Lygia Clark - Special Exhibitions Audio: Lygia Clark: The Abandonment of Art, 1948–1988

Audio informativo da Retrospectiva de Lygia Clark no MoMA – NY – introdução por Glenn D. Lowry , diretor do museu e com os curadores da Retrospectiva no MoMA – Connie Butler e Luis Perez-Oramas.
MoMA Multimedia.


https://www.moma.org/explore/multimedia/audios/388/6803



Leia Mais



Fui ao MoMA e ... Lygia Cark no MoMA



goo.gl/8prIw9
Leia Mais



Lygia Clark: O Abandono da Arte, 1948-1988 10 maio - 24 agosto de 2014 A Joan e Robert Preston Tisch Exposição Galeria, sexto andar


O Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) apresenta uma grande retrospectiva dedicada à arte de Lygia Clark ( Brasil , 1920-1988 ), a primeira exposição abrangente na América do Norte de seu trabalho . Lygia Clark: O Abandono da Arte, 1948-1988 compreende cerca de 300 obras realizadas entre o final dos anos 40 até sua morte, em 1988. Desenhado a partir de coleções públicas e privadas, incluindo o MoMA, esta pesquisa está organizada em torno de três temas principais: abstração , Neo- concretismo , e o "abandono" da arte. Cada um desses eixos ancora um conceito significativo ou uma constelação de obras que marcam um passo definitivo na carreira de Clark. Enquanto o legado de Clark no Brasil é profunda , esta exposição chama a atenção internacional para o seu trabalho . Ao reunir todas as partes da sua produção radical , a exposição resgata -a em discursos atuais de abstração , participação e uma prática de arte terapêutica.

Lygia Clark (1920-1988) treinou no Rio de Janeiro e Paris a partir do final dos anos 40 a meados dos anos 50 e era um artista abstrata líder na v... Leia Mais



Correspondências afetivas entre Lygia Clark e Helio Oiticica em interpretação teatral


O Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica apresenta o espetáculo “Cosmocartas – Hélio e Lygia”, em cartaz de 6 de dezembro a 8 de fevereiro, com entrada gratuita.

A peça leva para o teatro o pensamento de Lygia Clark e Hélio Oiticica, em uma imersão no universo de dois dos maiores ícones de arte visual do Brasil.

O espetáculo é inspirado no livro “Lygia Clark/Hélio Oiticica: Cartas 1964-1974″ e ganhou tratamento dramatúrgico assinado pelo próprio Álamo Facó e Pedro Kosovski. As apresentações acontecem dentro de uma instalação do coletivo de artes Opavivará ocupando tres salas.


Cristina Flores e Álamo Facó: (Foto: João Penoni)

Leia Mais



UMA® / LYGIA CLARK Primavera/Verão 13/14 coleção

Todo processo aconteceu em contato com o trabalho de Lygia Clark, sua vontade de aproximação com o espectador e o intuito de criar um vínculo com a vida me levaram a pesquisar sua trajetória “atemporal” e inovadora. Acredito que este conceito foi o grande fio condutor que me fez encontrar em Lygia uma grande fonte de inspiração. Como afirmou Lygia: ‘Se a pessoa, depois de fazer essa série de coisas que eu dou, se ela consegue viver mais livre, usar o corpo de uma maneira mais sensual, se expressar melhor, amar melhor, comer melhor, isso no fundo me interessa muito mais como resultado do que a própria coisa em si que proponho a vocês.’ Cf. O Mundo de Lygia Clark,1973, filme dirigido por Eduardo Clark, PLUG Produções

Atualmente seu reconhecimento é mundial, suas obras estarão na 55a Bienal de Veneza, entre outras exposições e galerias pelo mundo. Na passarela estaremos com uma réplica de “A casa é o Corpo”, uma instalação criada em 1968, fase em que Lygia Clark passa a dedicar-se à exploração sensorial. Esta obra permite a passagem das pessoas por seu interior, para qu... Leia Mais



Lygia Clark, em busca do próprio caminho - Lisboa , Portugal

“Exposição itinerante com obras de Lygia Clark , visitas ilustres!

Entre maio e junho de 2013, uma exposição montada sobre um caminhão baú, inteiramente adaptado para esse objetivo, esta  percorrendo  algumas cidades portuguesas, levando réplicas das obras de Lygia Clark; uma das mais expressivas artistas brasileiras.
A exposição intitulada “Lygia Clark Caminhando, em busca do próprio caminho”, que faz parte da programação oficial do Ano do Brasil em Portugal e de Portugal no Brasil, promete ainda extrapolar os limites desse caminhão e se espalhar por seus arredores. No caminhão estão expostos os objetos sensoriais e relacionais e, do lado de fora, espalhados pelo seu entorno, ficam as obras de maiores proporções; além de um telão para exibição de vídeos sobre a artista.
Leia Mais



ARQUITETURA FANTASTICA de Lygia Clark na ART BASEL 2013 - Escala monumental.


renomada artista de carreira internacional, Lygia Clark seguiu uma fascinante trajetória radical: a partir de colagens geométricas abstratas em cartão, através de esculturas participativas para  trabalhos experimentais imersivos, a partir dos anos 1950 até os anos 80. Durante o início da década de 60 no Brasil, Lygia Clark criou uma série arquetípica de Bichos, estruturas de alumínio articuladas que ela encorajou outros a manipular em configurações inumeráveis. Em 1963, ela fez um grupo muito especial de Bichos maquetes chamado  Arquitetura Fantástica - cada um concebido para ser realizado em uma escala monumental, com a intenção de colaborar com engenheiros estruturais e fabricantes. Os custos de produção provaram ser proibitivos na época, mas era forte o desejo de Lygia Clark para materializar estas construções arquitetônicas, ficou claro nas propriedades estruturais das próprias maquetes, que são ainda mais evidenciadas em suas fotografias e escritos, os quais permanecem em seu arquivo. Alison Jacques Gallery tem colaborado com a família Clark e a Associação Cultur... Leia Mais



Lygia Clark no Pavilhão Brasileiro na 55 ª Bienal de Veneza Inside / Outside


Lygia Clark no Pavilhão Brasileiro na 55 ª Bienal de Veneza
Inside / Outside

Pavilhão Brasileiro
1 junho - 24 novembro 2013


Obra- Mole (1964) da artista brasileira Lygia Clark , Côncavo / Convexo (1947) do artista italiano Bruno Munari e Unidade Tripartida (1948 -49) do suiço Max Bill foram exibidas dentro do Pavilhão do Brasil na 55 ª Bienal de Veneza deste ano.

"Nós (a equipe curatorial) acreditamos que os artistas devem ser escolhidos para que eles forneçam uma contribuição para a compreensão da arte contemporânea brasileira", afirmou o curador Luis Pérez-Oramas, o que implica que, em seu ponto de vista, as obras de Fervenza e Mlászho, justa postos com os de Bill, Clark, e Munari irão ajudar a valorizar a riqueza artística do Brasil. O curador uniu os trabalhos destes artistas contemporâneos do passado que responderam a fita de Möbius, uma forma geométrica, com apenas uma superfície, e que é visualizada como uma forma de fita torcida.

O Inside / Outside portanto, colidem para apoiar arte e o pensamento contemporâne... Leia Mais



Lygia Clark, em busca do próprio caminho - Évora, Portugal

Exposição itinerante com obras (réplicas educativas) de Lygia Clark percorrendo cidades portuguesas, chegou em Évora .
Évora foi integrada à Província da Lusitânia e beneficiada com uma série de transformações urbanísticas, das quais o Templo romano de Évora - dedicado provavelmente ao culto imperial - é o vestígio mais importante que sobreviveu aos nossos dias, além de ruínas de banhos públicos.
Começamos a montar nossa exposição Caminhando para mais uma etapa, em Évora,
que nos recebe com este belíssimo espaço .

www.facebook.com/LygiaClarkCaminhando

Leia Mais



Lygia Clark, em busca do próprio caminho

Comunicado:
Por conta da previsão de mau tempo, com grande quantidade de chuvas neste final de semana, a Exposição em Coimbra foi transferida para os dias 04, 05 e 06 de junho de 2013, no mesmo local e mesmo horário.

www.facebook.com/LygiaClarkCaminhando

Leia Mais



Lygia Clark - Caminhando, em busca do próprio caminho. Fundação Serralves - Porto

Fundação Serralves 

 Hoje de manhã tivemos recorde de público, 200 pessoas caminhando pela exposição em Serralves.

www.facebook.com/LygiaClarkCaminhando
Leia Mais



Lygia Clark, em busca do próprio caminho - Santarém, Portugal

Lygia Clark , em busca do próprio caminho
Jardim da Liberdade in Santarém, Portugal

Lygia Clark - 1963

"O que eu gostaria de fazer é o seguinte: levar os bichos para Portugal e fazer de lá até onde possa chegar, exposições em praças públicas. A tese de Ana de que o público (povo) é subestimado na sua real receptividade em relação a arte é válida e sentida evidentemente por mim também.

Seria uma maneira de provar ser esta uma arte “verdadeiramente participante” no mais alto sentido. Faria fotografias de cada local de exposições e levaria vários caminhando para que eles participassem em busca do seu próprio caminho. Compraria um trailer que se chamaria “caminhando” e faria uma espécie de excursão de ciganos. Como eu adoraria “ Seria a maior aventura da minha vida. Tenho que organizar isto. Para isto eu teria que levar alguém que falasse várias línguas, que tivesse força física e pudesse me ajudar dirigir o carro.

Os meus planos iniciais para os bichos não incluíam Museus nem “Marchants”. O que eu queria era fazer montes deles pôr à venda... Leia Mais



“Lygia Clark Caminhando, em busca do próprio caminho”

“Exposição itinerante com obras de Lygia Clark percorrerá cidades portuguesas

Entre maio e junho de 2013, uma exposição montada sobre um caminhão baú, inteiramente adaptado para esse objetivo, percorrerá parte do território português, levando réplicas das obras de Lygia Clark; uma das mais expressivas artistas brasileiras.
A exposição intitulada “Lygia Clark Caminhando, em busca do próprio caminho”, que faz parte da programação oficial do Ano do Brasil em Portugal e de Portugal no Brasil, promete ainda extrapolar os limites desse caminhão e se espalhar por seus arredores. No caminhão serão expostos os objetos sensoriais e relacionais e, do lado de fora, espalhados pelo seu entorno, ficarão as obras de maiores proporções; além de um telão para exibição de vídeos sobre a artista.
A obra de Lygia Clark, que é fundamentada na percepção, na revelação de níveis de significado e na experiência junto ao objeto, contará com monitores, devidamente treinados e capacitados, para acompanhar os visitantes durante o percurso da exposição, a fim de orientá-los na manipulação d... Leia Mais



Obra de Lygia Clark é tema de palestra no Museu da Pampulha

O professor Felipe Scovino, da Escola de Belas-Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ministra nesta quarta-feira, dia 10, às 10h, no Museu de Arte da Pampulha, a palestra Lygia Clark, em que abordará conceitos da artista, nascida em Belo Horizonte, desde suas primeiras experiências nos anos 1950 até os seus trabalhos envolvendo o corpo como objeto de memória e de percepção do mundo. Ele também discutirá os aspectos artísticos, conceituais e teóricos que se tornaram meios de diálogo com a obra de Clark.

A atividade é organizada pelo projeto Portal Lygia Clark, que objetiva disseminar a obra e o pensamento da artista, com apoio da UFMG e do próprio Museu da Pampulha, localizado na Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.585.

O professor Scovino é um especialista na obra de Lygia Clark. Sua dissertação de mestrado, defendida em 2003, focaliza a série Bichos, de autoria da artista. Trata-se de um conjunto de esculturas metálicas articuláveis que favorece a participação do observador, o que fez de Lygia Clark uma ... Leia Mais



SPFW Verão 2014: Lygia Clark inspira Raquel Davidowicz para nova coleção da UMA

Reprodução da reportagem
Por Camila Novaes, em colaboração para o FFW

SPFW Verão 2014: Lygia Clark inspira Raquel Davidowicz para nova coleção da UMA
Raquel Davidowicz levou, com sua coleção Verão 2013/14 para a UMA, a obra de Lygia Clark para as passarelas do SPFW. No cenário, parte da instalação “A casa é o corpo”, enquanto réplicas de esculturas da série “Bichos” adornavam as cabeças das modelos. Raquel contou ao FFW que sempre admirou muito o trabalho de Lygia e a estética neoconcretista, e que possui uma aproximação criativa com arte contemporânea. Ao visitar a retrospectiva sobre a obra da artista, (exposta no ano passado no Itaú Cultural) Raquel teve a ideia de fazer a coleção, entrou em contato com a Associação Cultural “O Mundo de Lygia Clark” (http://www.lygiaclark.org.br) e, depois de uma análise minuciosa, a parceria se deu por motivos de interesse mútuo.
A ideia das réplicas é da própria Lygia Clark, que gostaria que as esculturas da série “Bichos” fossem reproduzidas e comercializadas a preço acessível. A Associação colocou o plano em prática e... Leia Mais



Lygia Clark nas Comunidades (projeto social)

Projeto desenvolvido pela parceria da Associação Cultural "O Mundo de Lygia Clark" e a Clark Art Center.

Projeto social que levará aulas de artes gratuitas para cinco comunidades carentes do Rio de Janeiro, ao longo de 2013, beneficiando 500 crianças.

Segunda - Feira damos o pontapé inicial!

Nossa primeira parada é a Vila Cruzeiro, no Centro de Desenvolvimento Humano Atitude Social. Serão 4 oficinas de artes por dia com uma hora e meia de duração. Cada turma terá uma média de 25 crianças. Ou seja: 100 crianças! Até o dia 25/01/2013, Sexta Feira, 30 horas de aulas terão sido ministradas. E muitas obras de arte terão sido criadas.
Nos intervalos das oficinas de arte, ao longo da semana, as crianças ganharão merenda.
Segunda-feira, o tema é o mundo de criação de Lygia Clark. Por que ela é considerada uma grande artista? O que é arte? Todo mundo pode ser artista?
As aulas de segunda-feira incluem painéis e reproduções de alguns quadros famosos de Lygia, como "Superfícies Moduladas" e "Descoberta da Linha Orgânica".
Serão usadas répli... Leia Mais



"Livro - Obra" Aplicativo gratuito para Ipad

Este aplicativo,gratuito, idealizado pela Associação Cultural "O Mundo de Lygia Clark" em parceria com o Itau Cultural e 32Bits Criações Digitais, recria o “Livro-Obra” de Lygia Clark, publicado em 1983, a partir de uma rica interface que reinterpreta suas estruturas manipuláveis, texturas e acabamentos.

O “Livro-Obra” acompanha a trajetória da obra de Lygia desde as suas primeiras criações até o final de sua fase neoconcreta. Trata-se de uma elaboração sobre planos vazados, recortados ou soltos, dobráveis ou retorcíveis, que dependem de uma contra-parte: o próprio leitor e a sua necessária interação com a obra.

Link AppStore :

itunes.apple.com/us/app/livro-obra/id560831084

Leia Mais



Museu Virtual Lygia Clark

A exposição Lygia Clark: uma retrospectiva - em cartaz no Itaú Cultural, em São Paulo, de 1º de setembro a 11 de novembro - traz um panorama da produção da artista, que vai das pesquisas sobre os limites da pintura e da escultura à investigação sobre o corpo. Na mostra, você conhece obras inéditas da autora, montadas a partir de documentos deixados por ela, e adentra seu processo criativo. Além disso, pode interagir e experimentar formas, com os Bichos, ou vivenciar a arte fazendo parte dela, com as Proposições. O evento incluí também debates e dois produtos culturais: este Museu Virtual e o Livro-Obra, aplicativo para iPad (disponível na Apple Store) que recria a experiência da obra original com o mesmo nome.


novo.itaucultural.org.br/museu-virtual/index.html

Leia Mais



LYGIA CLARK: UMA RETROSPECTIVA

A partir do próximo dia 01 de setembro, o Itaú Cultural, em São Paulo, recebe uma mostra que irá apresentar um panorama completo da produção de de Lygia Clark (a artista brasileira considerada a mais importante hoje, no exterior), com curadoria de Felipe Scovino e Paulo Sérgio Duarte. A montagem reunirá mais de uma centena de trabalhos, incluindo as pinturas geométricas e construtivas do início de carreira, e passando pela fase sensorial da artista. O público também terá a chance de ver algumas obras inéditas, que nem sequer chegaram a ser executadas por Clark, além de participar de seminários.
Na programação dos simpósios, dois grandes temas – “Muito além do lúdico” (no dia 05 de setembro) e “O lugar da invenção” (06 de setembro) – , que serão discutidos por pesquisadores das artes visuais que conviveram com a artista ou possuem um estudo significativo sobre a sua obra. Nesses dois dias de encontro, novas pesquisas sobre as distintas fases de trabalho de Lygia Clark serão apresentadas para debate público, como a sua aproximação com o cinema e suas experiências “borderline” envo... Leia Mais



A Arte Sensorial de Lygia Clark Durante A ArtRio

Entre os dias 13 e 16 de setembro, a Associação Cultural “O Mundo de Lygia Clark” organiza a exposição “Não há lugar para mim no mundo dos normais” – A Arte Sensorial de Lygia Clark em parceria com a galeria CLARK ART CENTER, na sede da mesma, em Botafogo, Rio de Janeiro. Com duração de quatro dias, a mostra fará parte da programação de eventos paralelos à feira ArtRio - Feira Internacional de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro, que acontece nesse mesmo período, no Pier Mauá, e espera receber um público estimado em 60 mil visitants, de todas as partes do mundo.
A ideia inicial para essa exposição surgiu de um dos textos da artista escritos durante o período em que ela morou em Paris, no final da década de 60, onde Lygia cita o hábito então recém-adquirido de catar pedras e sacos plásticos pelas ruas para construir proposições que fariam parte de seu trabalho denominado “Nostalgia do Corpo”. Partindo desse ponto, o público poderá ver e experimentar diversas obras interativas que têm como característica comum o uso do plástico como matéria prima. Entre elas: “Desenhe com Dedo”; ... Leia Mais



LYGIA CLARK, PINTA ART FAIR, LONDON / 8 - 10 JUNHO- 2012

Alison Jacques Gallery e a Associação Cultural "O Mundo de Lygia Clark" tem o prazer de co-sediar uma série de "experiências sensoriais" de Lygia Clark durante a Pinta, Londres 2012. Estes eventos estão programados para acontecer no nosso estande, A-11, nos seguintes horários ao longo da feira:

Canibalismo, 1973
Quinta-feira 7 de Junho (Preview) - 16:30 e 19:00
Domingo 10 de junho - 12h e 16:00

Baba Antropofágica, 1973
Sexta-feira 8 de Junho - 12:00, 15:30 e 18:00

Corpo Coletivo, 1986
Sábado, 9 de Junho - 11:30, 15:30 e 18:30

Para marcar esta ocasião, O Mundo de Lygia Clark criou uma edição limitada de acrílico "Bicho" que estará disponível para compra em nosso estande. Os recursos captados com a venda destas réplicas irá para uma iniciativa que visa desenvolver a relação entre cultura, arte e educação, com foco em crianças que vivem em comunidades carentes no Rio de Janeiro, bem como jovens com necessidades especiais, inclusive visual e deficiência auditiva.

Para mais informações :  http://www.alisonjac... Leia Mais



Visita dos alunos da Escola de Comunicação UFRJ da Professora Beatriz Morgado

No dia 25 de abril a Associação Cultural "O Mundo de Lygia Clark" recebeu a visita da turma do primeiro período ECO UFRJ da disciplina Comunicação e Arte, levados pela professora Beatriz Morgado.
A professora Beatriz Morgado declarou à Associação :

"A disciplina Comunicação e Arte, dada aos alunos do 1° período do curso de graduação em Comunicação Social da UFRJ, busca sensibilizar os alunos para a Arte Contemporânea Brasileira, apresentando a eles nossos principais artistas, como Lygia Clark. A oportunidade de colocar a turma em contato direto com o trabalho da artista certamente marcará produtiva e positivamente a relação deles com a artista e com o campo da arte em geral. Os alunos, organizados em grupo, serão convidados a compartilhar esta experiência no blog da turma, com relatos sobre a visita.”
Segue link do projeto realizado pelos alunos, Parabéns turma!
rascunhodaarte.blogspot.com.br/

Leia Mais



Sergio Delgado, Universidade de Harvard, "A Artista Escreve: Lygia Clark e o Discurso da Imanência"

mahindrahumanities.fas.harvard.edu/

Cultura Hispânica
O seminário acolhe apresentações e discussões literárias e outras expressões de comunidades diversas , passado e presente, que compõem o mundo hispânico, com ênfase na interdisciplinaridade, abordagens internacionais e inter-culturais.


Próximos Eventos
Sergio Delgado, Universidade de Harvard
"A Artista Escreve: Lygia Clark e o Discurso da Imanência"

Terça-feira, 27 de Setembro de 2011, 18:00.
Sala 133, Centro Barker

Sergio Delgado é Professor Assistente de Línguas e Literaturas Românticas na Universidade de Harvard.

Leia Mais



Canibalismo - Proposição de Lygia Clark no Clark Art Center

 
Como já se sabe, no Clark Art Center é permitido ousar... e experimentar! Então, preparem-se: estamos dando início à programação de eventos do nosso espaço com muitas surpresas. No próximo dia 04 de junho (sábado), acontece a primeira edição da série de encontros dedicados às experiências, proposições e leituras de textos ainda inéditos de Lygia Clark, com a vivência da obra “Canibalismo”, proposição criada pela artista em 1973, durante o período em que ela lecionava Comunicação Gestual na Sorbonne, França. Na experiência, um participante vestido com um macacão forrado de tecido e aberto na barriga se deita e é cercado por outros (todos com os olhos vendados). Esses “comem” o participante deitado, através da fenda do macacão, onde a artista colocava frutas a serem mordidas. Enfim, uma oportunidade imperdível!

Para participar efetivamente do Canibalismo, é preciso fazer um agendamento prévio através do site http://www.clarkartcenter.com.br/, pois estamos fechando um grupo com, no máximo, 30 pessoas. Mas o resto do público é super bem-vindo para assistir – até ... Leia Mais



CLARK ART CENTER, RIO DE JANEIRO INAUGURA HOJE A NOITE

Clark Art Center, Rio de Janeiro
abre hoje à noite
Clark Art Center abre sexta-feira 29 de abril
Teresa Guimarães Rua 35, Botafogo, Rio de Janeiro, Brasil

A inauguração da Clark Art Center não só celebra o acesso aos arquivos de Lygia Clark ao público pela primeira vez, mas também a abertura de uma construção sob medida, de três andares dedicados a um programa fluido de arte contemporânea, eventos de design dinâmicos e reencenações mensais das propostas de Lygia Clark, incluindo aquelas que até agora não foram realizados.
A Clark Art Center pretende construir sobre o legado de Lygia, funcionando como um laboratório, energético acessível de artes, design e colaboração inter-sensorial e experimental no bairro de Botafogo, Rio de Janeiro .

Para obter mais informações sobre o Clark Art Center e seus próximos eventos visite

www.clarkartcenter.com.br

Alison Galeria Jacques irá também apresentar uma exposição individual de Lygia Clark no Art 42 Basel, 15-19 junho de 2011.



Leia Mais



Bienal de SP terá Lygia Clark em 2012

Quem anuncia é Luis Perez-Oramas, curador da Bienal do ano que vem:
 
www.folha.com.br/il877766

Leia Mais



Luiz Perez-Oramas: Lygia Clark - Laboratório para o Fim da Arte

Luis Perez-Oramas: Lygia Clark— Laboratorio para o Fim da Arte

@ The Art Institute of Chicago
Fullerton Hall @ 111 S Michigan Ave, Chicago, IL 60603

Talk: 19 November 2010, 6:00pm—7:00pm

Luis Perez-Oramas, Museum of Modern Art, examina como a artista brasileira  Lygia Clark desafiou as convenções da arte e transformou o legado do modernismo.


http://bit.ly/guTUq0


Leia Mais



Exposições Lygia Clark em Londres

Alison Jacques Gallery

A grande artista brasileira Lygia Clark virou a galeria em um lugar de toque delicado-livre, onde as pessoas pudessem ter contato físico com seu trabalho e outro. Esta mostra - incrivelmente seu primeiro no Reino Unido desde 1960 - em grande parte traça o desenvolvimento da carreira de Lygia Clark, a partir de trabalhos concretos em papel para colagem geométrica abstrata e, finalmente, suas famosas esculturas interativas. Estão incluídos aqui os protótipos de uma de suas séries mais conhecidas, Bichos, a partir de 1960. Clark comparou estas esculturas de alumínio articulada com espinhas dorsais, apesar de sua dobradura plana, também chama a atenção como criaturas de origami. Como um jogo de papel, eles são feitos para serem manipulados e reorganizados, convidando os frequentadores da galeria ficar preso dentro dela. ss
Skye Sherwin
11 - setembro 2010
The Guardian

http://www.alisonjacquesgallery.com/exhibitions/7/installation_shots... Leia Mais



ABL abre fogo contra nova lei

O Estado de S. Paulo, Caderno 2, em 12/08/2010

Marcos Vilaça, presidente da academia de escritores, envia documento contrário à modernização da legislação

Os fardões vão à guerra. O presidente da Academia Brasileira de Letras, Marcos Vilaça, distribuiu nota ontem na qual a entidade que preside condena a proposta de revisão da Lei do Direito Autoral, encaminhada para debate público pelo Ministério da Cultura.
“A opção de ceder ou não seus direitos de criador deve continuar sendo prerrogativa do autor, detentor exclusivo de suas obras intelectuais”, afirmou a ABL em documento enviado ao MinC. “Fiel à finalidade primeira que a norteia - a cultura da língua e da literatura nacional, cláusula pétrea dos estatutos que a regem - nossa reflexão situa-se, especificamente, no âmbito da criação literária”, afirma a ABL, que tem 40 autores filiados. “Entende a Casa de Machado de Assis que qualquer tentativa radical de modificação desse quadro relacional é extremamente complexa e delicada.”

O Ministério da Cultura apresentou para debate público, no dia 14 de junho, um te... Leia Mais



Alunos do Colégio Bandeirantes, de São Paulo, vivenciam Lygia

Tudo começou quando a professora Gisele Ottoboni trabalhou no MAM-SP na ocasião da mostra retrospectiva de Lygia Clark. Na época, lembra Gisele, ela participou de oficinas com educadores.

“Senti-me muito estimulada pela obra e pela história desta artista, principalmente pela obra e vídeo "Memória do Corpo". “Desde então, venho desenvolvendo propostas de reflexão sobre a produção desta artista”, conta a professora.

Gisele é professora de Arte no Colégio Bandeirante desde 2008. Ela foi contratada para criar quatro cursos, diferenciando os conteúdos para cada série do ensino fundamental II, 6º/7º/8º e 9º anos.

No site do Colégio Bandeirantes podemos ver a produção realizada pelos alunos do curso do 7ª ano do ensino fundamental II, cuja faixa etária é entre 11 e 12 anos. Segundo a professora, o curso das turmas do 7º ano chama-se “Arte e Cultura Brasileira”, em que ela aborda a produção cultural e artística no Brasil, apresentando a obra e a biografia de Lygia Clark, entre outros artistas, para trabalhar com os alunos conceitos como arte conceitual, instalações, perf... Leia Mais



Max Perlingeiro celebra novo site de Lygia Clark

O curador e editor Max Perlingeiro, diretor da Pinakotheke, comemorou o lançamento do novo site de Lygia Clark.

“Desejo à Associação Cultural “O Mundo de Lygia Clark” grande sucesso no lançamento do seu novo website – uma ferramenta essencial para pesquisadores e demais interessados na vida e na obra de Lygia Clark”, avalia Max Perlingeiro, da Pinakotheke.

Leia Mais



Lygia Clark na Pinakotheke

A obra de Lygia Clark esteve presente no Projeto “OS CAMINHOS DA ARTE ENTRE A FRANÇA E O BRASIL”, realizado pela Pinakotheke Cultural em 2009, Ano da França no Brasil e da comemoração dos 30 anos da instituição. Entre o Rio de Janeiro e São Paulo, a exposição atraiu 8.300 visitantes entre 18 a 23 de agosto, na sala especial do Salão de Artes da “A Hebraica”em SP, e de 30 de setembro a 12 de dezembro na sede da Pinakotheke, rua São Clemente 300, em Botafogo.

Na ocasião, foram editados dois livros: o catálogo da exposição (bilíngue: português e francês) com textos do curador e editor Max Perlingeiro, do crítico e historiador Cláudio Valério Teixeira e uma biografia sucinta de cada artista com referência ao período em que viveu na França. E, um livro homônimo, de autoria da professora Nereide Schilaro Santa Rosa, destinado ao público infanto-juvenil.

A Exposição

Segundo Max Perlingeiro , a exposição foi pensada, sem nenhuma pretensão de esgotar o assunto, para mostrar a trajetória dos artistas brasileiros na França, sua ... Leia Mais



 
Google Doodle Lygia Clark 2013


Leia Mais



MoMA Studio: Breathe with Me


Leia Mais



Lygia Clark: Um convite à experimentação


Leia Mais



MoMa Studio: Respire Comigo


Leia Mais



Arte, Cultura e Acessibilidade / Flavia Corpas


Leia Mais



MoMA Retrospectiva- Multimedia - Introdução . Lygia Clark


Leia Mais



Lygia Clark: The Abandonment of Art, 1948 - 1988


Leia Mais



Alessandra Clark - Fio Condutor - Lygia Clark: uma retrospectiva (2012)


Leia Mais



COSMOCARTAS - Helio Oiticica & Lygia Clark


Leia Mais



Memorial Minas Gerais | Lygia Clark


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 10 - Faro, Portugal


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 9 - Cascais, Portugal


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 8 - Lisboa, Portugal


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 7 - Coimbra, Portugal


Leia Mais



Webserie sobre a exposição itinerante "Lygia Clark, Caminhando em Busca do Próprio Caminho".


Leia Mais



Webserie sobre a exposição itinerante "Lygia Clark, Caminhando em Busca do Próprio Caminho".


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 4 - Évora, Portugal


Leia Mais



Exposição itinerante e interativa com obras da artista Lygia Clark está a percorrer o país


Leia Mais



Fundação Serralves - Lygia Clark - Caminhando em Busca do Próprio Caminho


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 2 - Óbidos, Portugal


Leia Mais



Webserie Lygia Clark, Caminhando - Episódio 1 - Santarém, Portugal


Leia Mais



Elke França - Trabalhando Lygia Clark na Escola Municipal Chico Science em Recife.


Leia Mais



Lygia Clark inspira Raquel Davidowicz para nova coleção da UMA - Filme por FFW


Leia Mais



Alessandra Clark - Retrospectiva Lygia Clark - Associação Cultural "O Mundo de Lygia Clark" e Itau Cultural


Leia Mais



" Livro Obra" de Lygia Clark , aplicativo gratuito para Ipad


Leia Mais



Bicho - Multiplo Lygia Clark - Acervo Fundação Vera Chaves Barcellos


Leia Mais



Mural Mosaico - Lygia Clark


Leia Mais



Lygia Clark no Abraço da Paz - Morro dos Tabajaras by Clark Art Center

Lygia Clark no Abraço da Paz - Morro dos Tabajaras from Clark Art Center on Vimeo.


Leia Mais



Bichos Impossíveis - Lygiação


Leia Mais



Alice ou, pra que serve um espelho mesmo?


Leia Mais



Projeto Acesso


Leia Mais



Fazer Arte - Lygia Clark


Leia Mais



Exposição de Lygia Clark no MAM-SP, 1999


Leia Mais



Bicho "Monumento a todas as situações" no Walker Art Center


Leia Mais



If you hold a stone


Leia Mais



 



Av. Deputado Pessoa n 3.964 / 203 , lagoa - Rio de Janeiro, RJ - CEP 22.471-003