"O nariz que reconhece o cheiro, as mãos que buscam e encontram o objeto, o diálogo do Eu e o Tu na solidão do monólogo proposto."
Lygia Clark

 


Carta Instituto Casa




Visualize aqui a Carta